• Portugues
  • English

Notícias

ONU elogia Brasil por ações contra a desigualdade social

Em uma década na qual a desigualdade global aumentou, o Brasil destaca-se como um dos poucos países que reduziram esse tipo de problema. Nos anos 2000, o país reduziu a concentração de renda de 54,2 para 45,9, segundo o índice Gini, realizado pela Organização das Nações Unidas (ONU). Com isso, fica atrás apenas da Argentina que passou de 46,5 para 38,8 pontos.

Leia Mais

 

Gastos com educação fazem inflação em São Paulo aumentar

Uma das prioridades para o paulistano, a Educação, foi o item que mais impulsionou o aumento do custo de vida na cidade em janeiro. Os gastos com mensalidades e materiais escolares tiveram uma alta de 6,95% no primeiro mês de 2014. Com isso, a inflação em São Paulo ficou em 0,94% no mesmo período – em janeiro do ano passado havia sido de 1,15%.

Leia Mais

 

Brasil deve ter desemprego acima da média mundial pelo menos até 2016

Mesmo com as projeções otimistas de queda no desemprego do índice de Brasil, o país está acima da média mundial. Enquanto o índice de desemprego brasileiro foi de 6,7% em 2013, a média mundial foi de 6%. E deve continuar assim pelo menos até 2016, quando o país deve baixar a taxa para 6,5% e o índice global deve ser de 6,1%.

Leia Mais

 

Mortes em confrontos policiais são grande problema para o Brasil, diz ONG

Apesar dos desafios que o Brasil enfrenta para reduzir a criminalidade no país, a polícia nacional atua com violência excessiva. É o que aponta estudo da organização internacional Human Rights Watch (HRW). Segundo o relatório, cerca de cinco pessoas morrem em confronto com policiais por dia no Brasil. A ONG considera a violência policial uma das violações mais preocupantes no país. As informações estão na 24ª edição do Relatório Mundial sobre Direitos Humanos, que avalia as práticas adotadas em mais de 90 países.

Leia Mais

 

Baixo nível de água nos reservatórios deixa Sabesp em estado de atenção

Um dos serviços mais importantes para a qualidade de vida do paulistano pode estar ameaçado: o abastecimento de água. Os reservatórios de água que abastecem a cidade de São Paulo atingiram o pior nível desde 2004. Só o de Cantareira, que é a principal fonte de água da região, alcançou apenas 22,4% da capacidade total, o índice mais baixo dos últimos 39 anos, aponta a Companhia de Abastecimento do Estado de São Paulo (Sabesp). Para se ter uma ideia da gravidade da situação, no mesmo período do ano passado, 52% estava cheio – mais da metade do índice desse ano.

Leia Mais